segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Regras

Vi.
Os meus olhos não puderam ver...
Vivi.
E será sempre assim um abismo?
Ou será que antes do fim verei algum começo?
Perguntas
Sem respostas
Perguntas entrepostas
Perguntas perigosas.
Pergunto
E sempre apronto
Um novo parto...
E apartada
Amarrada
Enquadrada
Eu vi
E vivi
O que agora é quase nada...
E ainda há quem diga
Que regras
Não podem ser
Quebradas!

Ediane Soares

Um comentário:

Luiz disse...

Eles Inventam as Regras para que Nós as quebremos...!
[odeio regras e limitações]