terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Os Mitos

Nas palavras de Scorza:

"Expulsos do tempo e do espaço, os sobreviventes das culturas pré-colombianas se refugiam no único território possível: o mito. Porque um povo expulso da história não pode retornar para a história através da história mesmo... mas sim através do mito. O mito é a armadura que protegerá os seres vulneráveis, a casca que defenderá na lagarta o que ela poderá ser no futuro... Em certos casos a história de um povo não está no ontem mas no amanhã: uma necessidade de existência dos seres, o esqueleto que sustentará a carne da palavra retomada."


Os Mitos

Prefiro o que poderia ter sido
Prefiro a dança que não aconteceu
Que ficou em potência, no entreato.
E eu ainda sei que o amor é uma coisa boa...
Sei do sabor
Sei da alegria.
Mas quando olho para fora do meu espelho mágico
Irrompendo ilusões estão as várias ruas da minha cidade
Sitiada por desigualdades e desilusões...
Pobre vida real
Vende-se o mito
Compra-se a solidão.


Ediane Soares

3 comentários:

Frido disse...

aah.. a realidade...
Porque viver a realidade
se podes viver a ilusão!?

Poesia Ao Vento disse...

queria me ver no teu espelho mágico... vc deixa?
=)

Frido disse...

Tudo que eu queria agora
era comprar uma solidão!