segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Confissão II

Da delicadeza.
Dos saltos
pré-carnavais
das noites
embriagais
dos dias
marginais...

Delicada grosseria
duvidosa sutileza
a falha está na beleza
na convicção
na contradição
no dizer...
Diga-me, você
qual a medida?

Diga-me o "porquê"
do sabor, da fadiga
da sobra e do excesso
confesso, és bonita.

Um comentário:

LÕRÉÑÁ - disse...

Nossa amei seu blog*--*
muito lindo, vc esta de parabens.
bjoos de sua Nova Seguidora ^^