segunda-feira, 12 de julho de 2010

Da ausência

Nada mais presente
que uma ausência persistente
nada mais ausente que o sentido
que se sente...

Um comentário:

Lampejos disse...

então, o furacão grita ao ouvidos:
"viver para se evitar uma pessoa é o mesmo que viver para ela."