quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

A filosofia não tem sexo

.
A filosofia é de natureza diversa.
Não pode ser submetida a rótulos ou legendas.
Precisa ser livre para existir.
A ela não cabe silenciar ninguém.
E as filósofas? Onde elas estiveram historicamente?
Estiveram à margem.
Estar à margem é não compactuar com as exigências impostas pelo senso comum das academias vendidas.
Estar à margem da "filosofia oficial" é afirmar que o marginal compõe a esfera verdadeira do sentido real de filosofar.
A filosofia não tem sexo, tem diversidade.


Ediane Soares
.

Um comentário:

Amanda disse...

acho que as restrições filosóficas é o carro forte das grandes multilações e maldições culturais,socias,ideológicas(e etc)
durante mtos séculos...
hj há uma herança útil dessa "tal" restrição:
a de libertar cada vez mais!
É quando o gênero se torna mais um atrativo ou motivaçao para o pensamento livre e crítico!
a revolução é aqui e agora!

bjos no coraçaozinhooo!!!