quarta-feira, 28 de maio de 2008

Exortação

.
Minha obsessão pelas cores
É fruto de amores
Que ainda não vi.
Minha compaixão pelos mortos
É só pretexto e disfarce
Porque tenho medo da morte.
E a sua exortação ao equilíbrio
Não tem brilho
Não tem forma
Não tem jeito...

O senso comum aniquila
Minha admiração.

Um comentário:

Wesley Alves disse...

coisas de verdades são ditas com propriedade... gosto de ler (e comer) o que você escreve, ou melhor, cozinha como uma mãe delicada.

Bjo, seu fã e amigo.