terça-feira, 20 de maio de 2008

Ardor

*
Arde
Fim de tarde
Ar de tarde
Ar de fim
Que arde

(Nenhum sentimento resiste a indubitável razão.
Nenhum sentimento resiste a frieza de um tratamento.
Nenhum sentimento.
Não o meu. Que é incipiente.)

Ar de fim de tarde
Do fim que arde
Do fim, do ar.
Da tarde...

Um comentário:

rascunhos theosóficos disse...

Se tu que propagas luz em vácuo, tanto sentes...
Será vázio?
Ou vácuo do sentir.