sexta-feira, 22 de junho de 2007

Acorde


Nenhuma pausa
Nenhum segundo
Nenhuma canção de amor
Nenhum acorde novo
Nenhum poema dedicado
Nenhum beijo roubado,pedido, implorado...
Nenhuma piedade
Nenhuma maldade
Nenhuma mudança radical...



- Estou juntando o que posso para fugir de casa!
Esou fugindo de casa para passar o tempo...
Estou fugindo do tempo para mudar o mundo...



Ediane Soares

2 comentários:

Wesley Alves disse...

Alguns poemas só deveriam ser recitados (em silêncio). Vc é uma poetisa que não deveria escrever.... sob pena de provocar em outros pseudospoetas uma degradante sensação de impotência...
PARABÉNS - SOU SEU FÃ
Wesley Alves

cLi disse...

Impotência... Wesley disse - quase - tudo. E - como disse Kamila - tu és um monstro. E como eu já disse, preciso da tua arte. Sinto vontade de reunir cada papelzinho que tenha ao menos uma frase tua. Cada poeminha de bilhete de sala de aula, cada palavra - dita e não-dita – “precisas” tornar esse teu tesouro mais que poemas guardados e blogados. “Precisas” de um livro.


PS: Acho que eu preciso.